Será julgado nesta quarta-feira (04), na comarca de Pedreiras - MA, Francisco da Silva Sousa, vulgo "Quixabá". Ele é acusado de feminicídio contra sua ex-esposa Silvana Lima Sousa, que na época do crime tinha 27 anos de idade.

O júri popular será presidido pela juíza titular da 3ª Vara da Comarca de Pedreiras, Drª. Larissa Tupinambá Castro, o promotor do caso é o Dr. Gustavo Antonio Chaves Dias, a defesa do acusado será feita pelo advogado Pedro Edílson Bezerra.

Continua depois da publicidade:
Com início previsto para as 8h30min, esse é um dos julgamentos mais esperados pela população de Pedreiras e Trizidela do Vale. Silvana foi assassinada com quatro tiros quando seguia para a residência de sua mãe na garupa de um mototaxi, no dia 27 de março 2016. Antes de efetuar os disparos o acusado ainda teria puxado a ex-esposa pelos cabelos.
O casal residia na capital do estado, mas o crime ocorreu no município de Trizidela do Vale, onde Silvana tinha familiares. Após assassinar a ex-esposa, Francisco fugiu para a cidade de Bacabal, onde ficou escondido até ser preso pela equipe de investigadores da 16ª Delegacia Regional, no dia 19 de julho 2017. Na época em que foi preso, o réu alegou que matou a ex-esposa por ciúmes. Segundo ele, Silvana tinha o traído, fato negado pela mãe da vítima. 

VEJA O VÍDEO:



Publicidade: