Na manhã desta segunda-feira (30), a equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA), realizou uma visita com o químico Pedro Igor, do município de Lima Campos, ao Rio Insono (perímetro  Aroeira).


Depois de receber denúncias de que peixes estariam morrendo em grande quantidade, a equipe foi acionada para ir ao local tomar conhecimento sobre a situação que, segundo pessoas que costumam passar diariamente próximo ao rio, peixes do Insono teriam começado a morrer no sábado, dia 28 de maio do corrente ano.

O químico Pedro Igor fez algumas coletas de água em pontos diferentes para mandar para um laboratório especializado em São Luís – MA, no qual se fará uma análise para saber qual motivo teria causado a morte repentina dos peixes. O resultado é previsto para sair entre 10 a 15 dias, contando a partir do momento em que se é deixado a coleta no laboratório.









Publicidade: