Na manhã de quinta (19), um grupo de “es dependentes químicos” (“es” de esperança), que voltaram a ser bençãos na sociedade através do trabalho de acolhimento realizado pela igreja católica de Lima Campos, se reuniram no Palácio Municipal para agradecer o apoio da gestão limacampense ao projeto de recuperação de suas vidas.


O padre Luís Portela e toda a paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro se empenham em enviar à FAZENDA DA ESPERANÇA (uma comunidade terapêutica que atua desde 1983 no processo de recuperação de pessoas que buscam a libertação de seus vícios, principalmente do álcool e da droga), todos aqueles que estão buscando a transformação de suas vidas.

Ao retornarem, esses irmãos recebem apoio e acompanhamento do projeto ‘Esperança e Misericórdia’, cujo responsável é o nosso irmão Ariel Barreto.

“O objetivo do nosso projeto é trabalhar com os jovens para prevenir que se envolvam com o mundo dos entorpecentes. Mas também os enviamos à Fazenda da Esperança, se for necessário. E quando eles retornam, os acolhemos mais uma vez desenvolvendo uma comunhão com todos – através de trabalho e espiritualidade. Fazemos isso principalmente no sítio Santa Dulce, e todo mundo pode nos ajudar, colaborando da forma que Deus colocar em seu coração. Inclusive, na oportunidade, agradeço a todos em nome do Geovane Gama, que tem sido um grande parceiro nessa jornada”, declara Ariel. Veja o vídeo abaixo:


Publicidade: