Nessa matéria você vai conhecer a comovente história do limacampense, Rony Andrade, de 41 anos de idade, residente no povoado Supapinho, zona rural do município.

No mês de novembro do ano de 2019, Rony saiu para pescar com alguns amigos em um açude no município de Peritoró, ao chegar no local, ele resolveu realizar uma pirueta conhecida como "salto mortal".

O pulo não saiu como o esperado e Rony bateu a cabeça violentamente no fundo do açude, fraturando a coluna cervical. Após o acidente, ele foi socorrido e levado por alguns amigos para o Hospital Municipal de Lima Campos.

Em seguida transferido para o hospital de Presidente Dutra. Desde do dia do acidente, Rony vive em uma cadeira de rodas e sem condições financeiras de pagar as despesas com alimentação e remédios.

Pela segunda vez, a equipe de reportagem da TV Rio Flores esteve na casa de Rony, onde ele contou com detalhes como tudo aconteceu. Por não conseguir caminhar e nem trabalhar, há 03 anos Rony vem tentando uma aposentadoria junto ao INSS, mas nunca conseguiu um resultado positivo.

Se você se comoveu com a história desse limacampense e sentiu o desejo no seu coração em ajuda-lo, ele reside no povoado Supapinho, as margens da MA-122, em Lima Campos. Na comunidade ele também é conhecido pelo apelido de "Nem" filho do Sr. José Leles.

Publicidade: