"Se a política é arte do possível", fazer o impossível para ludibriar o eleitor em época de campanha, infelizmente para alguns é uma prática recorrente e dissimulada, dos tempos da velha política. Fique atento!

Em recente pesquisa registrada e divulgada nas redes sociais datada no mês de agosto, alguns nomes dos pré-candidatos no município de Pedreiras aparecem de forma depreciativa, sem os seus respectivos sobrenomes, como é o caso da pré-candidata a prefeita, Priscilla Louro, crescente nas pesquisas e que está conquistando os pedreirenses, fazendo uma pré-campanha limpa, sem ataques a ninguém, focando apenas nas propostas para a cidade e ouvindo a população.

O sobrenome de Priscilla incomoda porque Louro vem do seu pai, o empresário, ex-prefeito e ex-deputado estadual Raimundo Louro, um sobrenome de trabalho, sinônimo de dedicação e confiança. Por isso Priscilla Louro cresce nas pesquisas e conquista os predreirenses em cada visita durante a sua pré-campanha.

Então fica claro caro eleitor, que o objetivo de excluir o sobrenome de Priscilla Louro em uma pesquisa, é de dar "suposta" vantagem a uma outra "candidata laranja" que usa o sobrenome do seu mentor político para chegar no poder. Mulheres na política devem disputar eleições de forma justa e honesta com todos os outros pré- candidatos.

Caro eleitor, não se deixe enganar,  ainda estamos em pré campanha, o Ministério Público está de olho em pré-candidaturas com abuso de poder econômico. O desespero de alguns já é visível para todos. Vamos fiscalizar, em terra de "MAIADO", O Povo é Rei.

Curioso, da Rio Branco...

Publicidade: