A Polícia Civil do Maranhão, na madrugada desta quinta-feira (10), deflagrou a operação “Fraternidade” com a finalidade de dar cumprimento à mandados de prisão e de busca e domiciliar em desfavor de integrantes de uma associação criminosa voltada ao tráfico de drogas na cidade de Coroatá e região.

As investigações foram coordenadas pela Delegacia de Polícia Civil de Coroatá, em conjunto com a Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), que visa desarticular o tráfico de drogas administrado por três irmãos na cidade de Coroatá.

Segundo a Polícia Civil, os irmãos foram presos e continuaram a praticar o crime de tráfico de drogas, e foi a partir deles que os policiais identificaram mais 27 indivíduos envolvidos com o tráfico por eles organizados. Com as investigações foram representados 30 (trinta) Mandados de prisão preventiva e busca domiciliar.

Com a deflagração desta fase da operação, até esta quinta-feira (10), foi dado cumprimento 22(vinte e dois) mandados de prisão e a realização de 06 (seis) auto de prisão em flagrantes pela prática dos crimes de Tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e Uso de documento falso.

A operação contou com a participação de 102 (cento e dois) policiais civis das unidades Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) e do Grupo de Reposta Tática (GRT). Após os procedimentos de praxe os investigados foram encaminhados à unidade prisional, onde aguardarão à disposição do Poder Judiciário da Comarca de Coroatá.


Publicidade: