O delegado Diego Maciel Ferreira, titular da 14ª Delegacia Regional de Polícia Civil, concedeu entrevista para a equipe de reportagem da TV Rio Flores, canal 07, falando sobre a prisão do jovem identificado como Antonilson da Silva Ferreira, de 20 anos de idade, principal suspeito de ter assassinado o lider do movimento LGBTQI+, em Pedreiras, Francisco Ferreira de Lima, 30 anos de idade, apelo "Kinkim".

Crime ocorrido na última quinta-feira, 24 de setembro, em sua residência, na rua Carlos Martins, bairro Seringal. Reveja AQUI Vítima e suspeito tinham um relacionamento amoroso. Segundo informações do delegado Diego Maciel, horas depois de praticar o bárbaro crime, o rapaz foi até a delegacia, onde foi reconhecido e preso por um investigador.

Ao ser interrogado, Antonilson assumiu a autoria do crime, e disse que uma discussão entre os dois evoluiu para uma luta corporal tendo como resultado final o homicídio. O rapaz disse ainda que utilizou um pedaço de madeira e uma faca para assassinar Francisco. O suspeito negou a participação de um segundo envolvido.

Após o interrogatório e exame de corpo de delito, Antonilson foi encaminhado para a Penitenciária de Pedreiras, onde ficará a disposição do poder judiciário maranhense.
Suspeito: Antonilson / foto: rede social  

Vítima: Francisco 

Publicidade:
WhatsApp: (99) 9.8261-0035