Os motoristas de van cooperativados foram até a sede da Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito de Pedreiras, onde também funciona o DMTU, cobrar mais fiscalização por parte dos órgãos contra os motoristas que trabalham de formar irregular.

Segundo eles, os "furões", como foram denominados esses motoristas, não cumprem as obrigações determinadas por lei, ou seja eles não pagam os impostos necessários para poder usar as linhas, principalmente linhas que vão de Pedreiras à Peritoró e de Pedreiras à Joselândia.

Outra reivindicação da classe foi a respeito da parada que ficava em frente ao colégio Zeca Branco, na avenida Rio Branco no centro da cidade. Sobre a parada, o secretário da pasta, Rodrigo Assaiante garantiu que em poucos dias ela será reconstruída.

A respeito da fiscalização, o secretário disse que irá intensificar, com o intuito de combater a inadimplência por parte dos motoristas cadastrados e diminuir a clandestinidade dos que estão trabalhando na ilegalidade.


Publicidade: