O deputado estadual Vinicius Louro (PL) se pronunciou sobre o caso ocorrido no bairro Itamar Guará, em Imperatriz, onde uma idosa de 92 anos, de nome não divulgado, veio a óbito um dia após um funcionário da Equatorial efetuar o corte de energia de sua residência.

Conforme informações dos familiares, o corte foi realizado porque a conta de energia do mês de janeiro estava em atraso. A idosa, que tinha problemas respiratórios e precisava fazer uso de um aparelho nebulizador, acabou não resistindo.

"O caso deixou a cidade em choque e coloca em dúvidas o tipo de trabalho desumano da empresa Equatorial, que realiza cortes de energia de forma irresponsável e longe do bom senso. O fato também precisa trazer a discussão sobre a necessidade de uma lei que proíba a empresa de realizar cortes de energia às sextas-feiras e finais de semana", disse Vinicius Louro.

"Esse caso absurdo mostra que a empresa Equatorial não tem o menor respeito pelo consumidor, não aceitaram esperar ao menos um dia para que o pagamento fosse efetuado e acabaram realizando o corte, mesmo sabendo que havia uma idosa doente na residência, lamentável, algo urgente precisa ser feito para impedir que casos como esse se repitam", disse o parlamentar.

O deputado Vinicius Louro informou que nesta quarta-feira (5), vai se reunir junto às Comissões da Assembleia Legislativa para apuração dos fatos, no sentido de tomar providências sobre o caso.

"Vamos também entrar novamente com o pedido da lei anticorte; como líder do Bloco Parlamentar Democrático, votei a favor do projeto que, infelizmente, não foi aprovado. Espero que agora, diante deste ocorrido, todos os colegas parlamentares tenham consciência e humanidade para aprovar essa lei tão importante", concluiu Vinicius Louro.


Veja o vídeo do movimento do corte:

Leia também:
Deputado Vinicius Louro aponta descaso em Pedreiras e destaca falta de investimento

Publicidade: