Após repercussão negativa sobre a morte de uma idosa de 92 anos, a diretoria da empresa Equatorial participará de uma audiência, reivindicada pelo deputado estadual Vinicius Louro e solicitada pelos deputados da Assembleia Legislativa.

A reunião vai contar com a presença do diretor José Jorge e o CEO, Augusto, à partir das 8h30 na sala das Comissões da Assembleia Legislativa.

O encontro vai tratar sobre o caso da idosa de 92 anos, do bairro Itamar Guará, em Imperatriz, que veio a óbito após um funcionário da empresa cortar a energia de sua residência. A idosa tinha problemas respiratórios e fazia uso de um aparelho nebulizador.

A audiência também vai tratar sobre medidas preventivas no sentido de evitar que novos casos possam ocorrer e sobre a lei anticorte, que proíbe o corte de energia nas sextas-feiras e finais de semana.


Veja o vídeo do movimento do corte:

Leia também:
Vinicius Louro se revolta com ação da Equatorial que culminou com a morte de idosa

Publicidade: