A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou oficialmente a Campanha da Fraternidade (CF), na última Quarta-feira de Cinzas (06).
Com o tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema “Serás libertado pelo direito e pela justiça - (Is 1,27)", a campanha chama atenção dos cristãos para ações e programas que devem garantir os direitos humanos.
Continua após a publicidade:
Publicidade: MM Gesso 3D. 

Segundo a CNBB, o texto-base da CF chama a atenção para o fato de que falar de “Políticas Públicas” não é falar de “política” ou de “eleições”, mas significa se referir a um conjunto de ações a serem implementadas pelos gestores públicos.


Todas as pessoas e instituições devem se sentir protagonistas das iniciativas e ações que promovam o conjunto das condições de vida social que permitem aos indivíduos, famílias e associações alcançar mais plena e facilmente a própria perfeição”, diz a mensagem vinda do Vaticano.



"A luta da igreja não é partidária, como alguns pensam diferente da igreja e acham que a igreja católica tem um partido, só se for algum padre ou algum membro que tenha alguma ideologia partidária, a ideologia partidária de alguns não vai intervir no pensamento da igreja que é justamente fraternidade e políticas públicas" disse padre José Geraldo Teófilo reitor do Santuário de São Benedito, durante entrevista concedida à equipe de reportagem da TV Rio Flores.