Há três meses tudo indicava que a campanha eleitoral em Trizidela seria um "passeio" para Deibson Balé.


A entrada de Vinicius Louro no páreo com seu preparo e arrojo fez o rebento dos Balés bater o queixo de medo de perder o brinquedinho que mamãe e papai lhe prometeram.

Deibson não tem de longe o mínimo preparo que seu adversário Vinicius Louro tem. E vem fugindo constantemente do confronto de idéias que seria muito interessante para o eleitorado se decidir melhor em Trizidela.

Primeiro ele fugiu de um encontro com Vinicius e os Agentes Comunitários de Saúde-ACS alegando uma armadilha que o prejudicaria. Vinicius foi e ele só foi uma semana depois no conforto da companhia de seus aliados. Um flagrante desrespeito aos ACS!

No último dia 30/10 o Sindicato do Sevidores Públicos Municipais de Trizidela do Vale convidou ambos os candidatos para um encontro com os servidores. Vinicius foi e expôs suas intenções para com as categorias.

Deibson Balé fugiu alegando ter que ir a São Paulo acompanhar sua mãe em exames médicos. Mentiu descaradamente. Teve compromissos políticos nos dois dias anteriores ao evento, sumiu no dia do encontro com os servidores e reapareceu num grande evento no dia 31/10.

Devia vir a público comprovar com passagens aéreas e fotos e hospedagem em hotel sua estadia na capital paulista. Quanto desrespeito aos servidores públicos!
Agora se marca um debate - a coisa mais comum e salutar em uma campanha política - e o candidato entra na justiça para cancelar o debate. Novamente em franco desrespeito ao povo! Mas quais fraquezas Deibson Balé quer esconder num possível confronto com Vinícius Louro?

O que o Doutor tem medo de demonstrar publicamente num debate com o Deputado? A resposta está clara: ele é apenas o bibelô do papai e da mamãe. Não aguentou nem ser vice-prefeito e renunciou. Imagina ser Prefeito ?!...
Que reflitamos bem: se desrespeita o povo como candidato, pior fará se eleito!

Publicidade: