Até certo tempo atrás, as pessoas faleciam de doenças infecciosas. Com a melhor dos serviços em saúde, bem como a ampla divulgação da importância sobre a mudança de hábitos de vida, os indivíduos passaram a viver mais. Porém, há um crescente aumento das doenças crônicas na população, incluindo as patologias que acometem o coração e os vasos sanguíneos.

Dentre estas, podemos falar no infarto agudo do miocárdio, também conhecido por “infarto do coração”. A seguir, conheça mais sobre a doença e entenda quem possui mais risco de desenvolvê-la.
Grupos de risco para Infarto

Afinal, quem são os indivíduos mais suscetíveis a infartar? Conheça a seguir os grupos de risco.

1) Tabagistas

Indivíduos que fumam tem risco aumentado para as doenças cardiovasculares, inclusive o infarto.

Portanto, cessar o tabagismo parece ser uma maneira efetiva de diminuir o risco de desenvolver tais condições. Busque um médico de sua confiança e pare enquanto é tempo.

2) Pacientes com diabetes

A diabetes é uma doença sistêmica, em que o excesso de açúcar no sangue pode levar o dano de diversos órgãos.

O infarto também pode acometer estes indivíduos, e deve-se ter um cuidado a mais, pois os sintomas aparecem de maneira menos intensa nos pacientes.

3) Portadores de pressão alta

A hipertensão arterial, popularmente conhecida por “pressão alta” também é um fator de risco para o infarto agudo do miocárdio.

Além da prevenção, é essencial que indivíduos já diagnosticados realizem o tratamento estabelecido pelo médico.

4) Alterações do colesterol

A hipercolesterolemia decorre tanto dos hábitos de vida e alimentação incorreta, como também pode ser uma condição familiar.

Ambas as situações necessitam de medicamentos e mudança da alimentação, sendo esta rica em frutas e vegetais.

5) Sedentarismo

A falta de atividades físicas aumenta o risco de desenvolvimento do infarto. Portanto, é essencial que todos os indivíduos realizem, pelo menos, 150 minutos de atividade física por semana.

Antes de iniciar o exercício, consulte um médico de sua confiança.

6) Estresse emocional

Indivíduos ansiosos, que estão constantemente submetidos a situações de estresse, seja no trabalho ou por causas pessoais, têm maiores riscos de ter um infarto.

Quais os sintomas?

Toda a população deve conhecer os sintomas do infarto, e estar atenta a eles.

·        Dor no peito, que pode se irradiar para o braço, abdome ou pescoço.

·        Suor intenso.

·        Náusea e/ou vômito.

·        Falta de ar e sensação de aperto no peito.

Dentre outros.

Diante de qualquer suspeita, deve-se buscar um serviço de emergência ou mesmo ligar para o SAMU (através do 192).

Quanto antes o atendimento for realizado, menores serão as chances de morte!


CLÍNICA BIOCENTRO - Excelência em saúde!

Avenida Rio Branco, 691, centro de Pedreiras - MA.