Culminando em ações voltadas contra a criminalidade na região metropolitana de São Luís, a Polícia Civil do Maranhão por meio da SEIC, deu cumprimento a 03 Mandados de Prisões Temporárias. Foram notificados pelas prisões, os acusados Paulo Roberto Gomes Silva, o “Seu Paulo”, Joel Maia Reis e Alexsandro Falcão Olímpio, conhecido como Sabão.

Os acusados foram apresentados na Seic, nesta terça-feira (25), por volta das 15h e autuados pelos crimes de integrarem uma associação criminosa, responsável pela explosão contra Instituições financeiras.

Após as investigações por meio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), o acusado Alexsandro Falcão Olímpio, conhecido como Sabão, fora preso nesta última quarta-feira (12), pela Seic, no Bairro da Vila Conceição. Com ele foi encontrado uma grande quantidade de entorpecentes, armas de fogo e aparelhos de celulares.

O Alexsandro Falcão o “Sabão”, fora descoberto pela Seic, como integrante do grupo, por participar do ataque à agência bancária, localizada na Avenida dos Holandeses, no Bairro do Calhau. Após esta prisão, fora descoberto, que outros integrantes participavam do grupo de realizar os ataques às instituições financeiras. Dentre os suspeitos, estão os acusados Paulo Roberto Gomes Silva, o “Seu Paulo”, e Joel Maia Reis. Estes últimos já se encontravam presos desde a semana passada no Sistema Penitenciário, por crimes anteriores.

Continua depois da publicidade:
Rua Miguel Atta - Nº 246 - Pedreiras - MA
 Eles foram presos pela Polícia Militar no dia 18 de junho último. Inclusive, o Paulo Roberto Gomes Silva, o “Seu Paulo” encontra-se internado, por ter sido alvejado pela polícia, quando tentava realizar uma ação de crime.
Identificados acusados de ataques às agências Bancárias
Os acusados Paulo Roberto Gomes Silva, o “Seu Paulo”; Joel Maia Reis e Alexsandro Falcão Olímpio, o “Sabão”, estavam sendo investigados, após a explosão da agência bancária do Banco do Brasil, na Avenida dos Holandeses, no bairro do Calhau, ocorrido no dia 03 de junho deste ano.

As investigações pela Seic apontam, que os suspeitos são responsáveis por planejar e executar a ação criminosa, resultante na destruição parcial da agência do banco do Brasil no Calhau. O Superintendente da Seic, Carlos Alessandro informou durante a coletiva na SEIC, “Os suspeitos foram presos em situações distintas. O Paulo Roberto Gomes Silva, o “Seu Paulo” foi preso na semana passada, pela Polícia Militar, na madrugada do dia 18/06/2019, por meio do Batalhão Tiradentes, durante uma abordagem policial, o suspeito fora preso em flagrante delito, no instante em que estava se articulando com outros comparsas, para praticar mais uma empreitada criminosa.
Agência do Banco do Brasil na Avenida dos Holandeses foi atacada na madrugada do dia 3 de junho — Foto: Reprodução/ TV Mirante
Nesta ação, os militares ao suspeitar dos mesmos, tentou abordá-los, houve uma perseguição até serem presos no Bairro da Vila Conceição; ocasião em que foram encontrados com um dos integrantes, um artefato explosivo e uma pistola calibre .40. Eles foram levados para a Seic, onde se deu continuidade nas investigações contra o grupo”, considerou o Superintendente da Seic.

Presente também na Seic, o Delegado Pedro Fernandes, da Seic, salientou ainda “Que o grupo é responsável também, pela prática de diversos crimes ocorridos na cidade, entre eles, roubos a estabelecimentos comerciais, instituições financeiras, homicídios e ainda os crimes de tráfico de drogas. O delegado Pedro Fernandes disse ainda, que o Joel Maia Reis, também já se encontrava preso, por ações de crome s anteriores. Este também era um dos líderes da quadrilha, pois agia dando ordens, mesmo atrás das grades”, explicou o delegado.
 O Delegado relatou ainda, que com mais esta ação, com o apoio do Decrif e o Departamento do crime Organizado e a Seic como um todo, conseguimos elucidar quatro episódios contra as instituições financeiras e dar a resposta para a sociedade. Há mais integrantes do grupo criminoso sendo investigados, mas não podemos revelar detalhes para não atrapalhar as investigações.

Publicidade:
Rua da Independência - Nº 244 - Pedreiras - MA