A Polícia Militar de São Roberto - MA, prendeu quatro elementos suspeitos de envolvimento no  assassinato da empresária Rayra Santos Feitosa, de 25 anos de idade, o crime aconteceu no dia 02 de maio do corrente ano em Presidente Dutra - MA. A empresária foi alvejada com pelo menos dois tiros quando estava chegando em sua residência.


O principal suspeito de ser o mandante do crime é o ex marido de Rayra, Bartolomeu Ribeiro. Bartolomeu também já está preso e confessou o crime.
Os presos pela guarnição de São Roberto foram identificados como Romário Batista Sousa, Luis Davi Batista Sousa, Richardison da Silva de Sousa e
Raimundo Alves de Sousa Junior. Todos moradores de Presidente Dutra.
Segundo informações, a polícia militar estava  realizando a operação "Salva-Guarda", na tarde  desta segunda-feira (13), por volta das 16h30mim  e  abordou Raimundo Alves de Sousa Junior quando trafegava por volta dás 16h00min, na vicinal que liga a MA 012 ao povoado Porto Santa Cruz; Raimundo apresentava atitude suspeita e não portava documento de identificação pessoal e nem documentação de porte obrigatório da motocicleta em que conduzia, o elemento foi conduzido para averiguação, momento em que ele confessou que estava em companhia de Romário Batista Sousa, Luis Davi Batista Sousa e Richardison da Silva De Sousa.

Raimundo afirmou que Romário era autor de dois assassinatos no estado do Mato Grosso e o autor do assassinato da empresária de Presidente Dutra conhecida como Rayra Dos Santos Feitosa; e afirmou que Luis Davi Batista Sousa assassinou um indivíduo conhecido como Mateus também em Presidente Dutra.

Continua depois da publicidade:
Avenida Rio Branco - Nº 691 - Pedreiras - MA
Após essas informações, a polícia militar se deslocou ao povoado Pontal, Município de Joselândia onde  estava escondido o restante do bando, em seguida, em abordagem realizada no local foram encontrados um revólver de marca ROSSI calibre 38, 5 tiros, com numeração raspada pertencente a Davi e um revolver calibre 38,marca TAURUS, de numeração parcialmente não identificada, 6 tiros pertencente ao Romário. Os PMs constataram que Romário tem um mandato de prisão preventiva em seu desfavor, expedido pelo meritíssimo senhor juiz de direito Ferdinando Marco Gomes Cerejo Sousa titular da segunda vara da comarca de Presidente Dutra.

Além das armas de fogo, cinco munições intactas, um celular Samsung gran prime, um celular Samsung ace 04, um motocicleta Honda Fan, de cor preta, uma motocicleta pop 110 de cor preta e a quantia de 18 reais em dinheiro. Os conduzidos foram entregues na 14a  Delegacia Regional de Polícia Civil de Pedreiras  para que sejam tomadas as medidas legais cabíveis.
veja a reportagem produzida pela TV Rio Flores, canal 07, clicando no vídeo abaixo: 












Rua da Independência - Nº 244 - Pedreiras - MA