Incentivar a participação de alunos em sala de aula e a participação dos pais em reuniões será o grande desafio do projeto “ Banco do Saber” que será implantado no ensino municipal de Trizidela do Vale.


Através desse projeto pretendem-se contemplar o aluno com uma moeda local identificada por “VALE” no qual visa incentivar e reconhecer o desenvolvimento de práticas de bom comportamento e de mudança de atitude de alunos matriculados na rede municipal de ensino.
Segundo a secretária de Educação do município, Márcia Maia, o projeto favorece ainda a melhoria do processo de ensino-aprendizagem por meio de orientação e prêmios durante a realização da feira do saber, que deverá acontecer em praça pública.
A Feira do Banco do Saber tem como público-alvo alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, na oportunidade serão oferecidos vários produtos com seus determinados valores e que poderão ser comprados a partir das notas arrecadadas.
De acordo com o coordenador do projeto em nosso município, Chico da TV este será um momento de inovação da educação de Trizidela do Vale, disse ainda que não tem dúvida alguma de que será um grande sucesso e que nessa primeira edição cada cédula de vale virá estampada com um busto de algumas personalidades locais sendo eles: Frei Raimundo Vale, João do Vale, João Muniz e Theago Costa.
A moeda VALE será uma moeda local que só terá valor de compra na feira do saber.
ASSECOM.
A ideia do projeto foi baseada no programa já existente no município de Rosário desenvolvido pelo professor Joaquim Neto que ao participar da jornada pedagógica este ano aqui em Trizidela do Vale, expôs essa ideia que tem como base propor grandes resultados, ou seja, estimular a presença de alunos na escola contribuir no fim da evasão escolar.






Publicidade MM Gesso 3D